Região

Tempestades deixam rastro de destruição no interior do RS

Ventos atingiram 102 km/h durante a madrugada desta quarta, causando destelhamentos e queda de árvores
02/10/2019 - 11h:18min - Fonte: Correio do Povo, GaúchaZH

Durante a noite dessa terça e a madrugada desta quarta, em São Borja, o temporal com fortes ventos e chuva causou destelhamento de casas nos bairros Passo e Piray, além de queda de árvores e postes da rede elétrica. A ventania atingiu 102 km/h e assustou moradores. 

Equipes da Defesa Civil realizam o levantamento do número de ocorrência, mas, por volta das 4h houve corte no fornecimento de energia elétrica em alguns pontos do município localizado na Fronteira Oeste. Outra consequência foi a falta de água. 

Em Uruguaiana, a chuva das últimas seis horas somou 30mm e ventos tiveram rajadas de 50km/h, conforme dados do Aeroporto Rubem Berta. Uma árvore tombou no centro da cidade. A Defesa Civil vistoria a área urbana para avaliar possíveis danos. 

Árvore caiu por conta do temporal em Uruguaiana

Árvore caiu por conta do temporal em Uruguaiana 

Em Arroio Grande, moradores relataram que as pedras de gelo caíram com mais intensidade, por volta das 23h. 

Segundo a Coordenação Regional da Defesa Civil, três casas foram atingidas na cidade e não há desalojados ou desabrigados no município. A prefeitura fará um novo levantamento ao longo da manhã.

Os efeitos do temporal também afetam a distribuição de energia elétrica na região. Em Arroio Grande, 3 mil clientes estão sem luz, mesmo número de pessoas afetadas em Herval e em Canguçu. Já em Pelotas, são 6 mil clientes desabastecidos.

 

deixe seu comentário