Esporte

Vice de futebol do Grêmio rejeita fazer cobrança pesada sobre Renato por resultados

Paulo Luz destacou que conversa diariamente com o treinador e que não há necessidade de encontro particular com o técnico
24/02/2020 - 09h:33min - Fonte: Correio do Povo

Apesar da indignação e frustração com a derrota do Grêmio para o Caxias na final do primeiro turno do Campeonato Gaúcho, o vice-presidente de futebol do clube, Paulo Luz, refutou a ideia de uma conversa mais firme para cobranças com o técnico Renato Portaluppi e ressaltou sua confiança no treinador. “Tem uma história, é um treinador vitorioso, que mudou o patamar do Grêmio. Não há necessidade de uma conversa em particular, ele talvez seja o mais sentido entre todos que estão no vestiário. Ele tem plena consciência do sentimento de frustração e decepção que nós carregamos”, afirmou.

“Vamos dar continuidade dentro de um espírito de responsabilidade. Obviamente com muita tranquilidade e serenidade. Não há necessidade de cobranças extraordinárias, porque o nosso grupo é muito vitorioso, de muita responsabilidade, destacou. “Estamos cimentando novamente uma estrada e isso às vezes é uma coisa mais lenta, mas certamente estaremos preparados para os enfrentamentos, usando a oportunidade de rodar um pouco esse time e podemos avaliar outros valores que temos no plantel”, completou.

Leia também: Reforma administrativa pretende revisar salários e número de carreiras

Luz defendeu que o time todo precisa tirar ensinamentos do revés. “Havia uma grande expectativa e nós trabalhamos muito para conquistar esse primeiro turno. era o objetivo da instituição. O Renato certamente vai fazer as mudanças e acertar o rumo, tomar as providências necessárias para nos fortalecer ainda mais”, disse, indicando que o time buscará vencer o segundo turno, ao mesmo tempo em que pretende avançar de fase na Libertadores, na qual o Tricolor estreia no próximo dia 3.

O vice de futebol destacou que o clube está um processo de mudanças e é preciso ter consciência da situação. “Nosso time está sofrendo alterações. Fizemos sete contratações pontuais. Esses atletas estão se adaptando, chegando e conhecendo o nosso processo cultural e nossa forma de trabalhar. Recém agregamos os que voltaram do pré-olímpico”, avaliou, apontando que o Grêmio “tem que ter convicção do trabalho”.

deixe seu comentário