Educação e Cultura

FURG desenvolve caixas de proteção para intubação de pacientes

Caixa acrílica protege o profissional no momento da intubação endotraqueal. Iniciativa faz parte das iniciativas da universidade para combate ao coronavírus
06/04/2020 - 15h:40min - Fonte: SECOM - FURG

A frente tecnológica organizada na Universidade Federal do Rio Grande (FURG) para combate ao coronavírus desenvolveu mais um equipamento para proteção dos profissionais de saúde. Depois das máscaras face shield e pias portáteis automatizadas para a lavagem de mãos, o novo produto são caixas isoladoras para intubação, também conhecidas como "aerosol box".

O equipamento é importante para resguardar a saúde dos profissionais envolvidos na linha de frente do combate à Covid-19. A intubação é um momento delicado na assistência, em que o profissional pode ficar exposto à contaminação. "Em função disso, mundo afora o pessoal tem usado essas caixas de proteção", explica o professor Paulo Drews, do Centro de Ciências Computacionais e coordenador do projeto.

Com duas aberturas circulares na parte traseira e uma maior no lado oposto, o profissional posiciona suas mãos nos dois orifícios menores para operacionalizar a intubação, enquanto o paciente - deitado à frente do profissional – fica resguardado, dentro da caixa, sem perder conforto ou espaço. O material, transparente e resistente, permite que o usuário execute a manobra sem prejuízo em suas funções, evitando o risco de contaminação direta.

Após receber a demanda de desenvolvimento das caixas por profissionais da saúde, a frente iTecCorona deu início à modelagem 3D do equipamento, ajustando o tamanho e espessura do material, bem como seu design. Em seguida, o grupo entrou em contato com diversos fornecedores da região capazes de realizar o corte do acrílico para a montagem do equipamento, e, por fim, recebeu o apoio de uma empresa pelotense que forneceu a montagem das caixas com preço de custo.



A Ciência e tecnologia como ferramenta de combate à pandemia

Para Drews, a FURG tem uma relação muito forte com a comunidade e, por isso, exerce um papel importante no auxílio do desenvolvimento da região, o que inclui posicionar-se ativamente no combate à pandemia vivida hoje. "Durante uma crise, a FURG é onde está o conhecimento cientifico, tão necessário nessa hora. Assim, todos nós como cidadãos e pesquisadores estamos fazendo a nossa parte e a universidade fomentando tanto quanto possível", afirma. 

Na última sexta-feira, 3 de abril, três unidades foram entregues ao Hospital Universitário Dr. Miguel Riet Corrêa Jr., da FURG (HU-FURG/Ebserh) e duas à Santa Casa do Rio Grande. 

deixe seu comentário