Carros e Motos

Pedágios da Zona Sul do Rio Grande do Sul terão reajuste das tarifas

A partir da 0h de sábado (11), os valores pagos por carros, por exemplo, sobe para R$ 12,40, um aumento de R$ 0,10 a partir do preço atual
09/07/2020 - 15h:38min - Fonte: Jocimar Farina - GaúchaZH

Por Jocimar Farina - GaúchaZH

Com um atraso de sete meses, as tarifas dos pedágios nas praças da Ecosul na BR-116 e BR-392, no sul do Estado, serão reajustadas. As informações são da coluna de Jocimar Farina, na GaúchaZH. A decisão foi tomada pela Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Pelo contrato, os novos preços deveriam ter entrado em vigor em 1º de janeiro. A partir da 0h de sábado (11), os valores pagos por carros, por exemplo, sobe para R$ 12,40, um aumento de R$ 0,10 a partir do preço atual. Já os caminhões com dois eixos vão pagar R$ 0,20 a mais. Valor aumenta de R$ 24,70 para R$ 24,90.

Na publicação dos novos valores feita pela ANTT não fica claro se o desconto programado foi aplicado na revisão. Deliberação de dezembro determinava redução de R$ 0,40 para carros.

O motivo foi uma revisão de reequilíbrio financeiro ocorrido em 2016 ocasionado pela Lei dos Caminhoneiros, que foi sancionada pelo governo de Dilma Rousseff em março de 2015. Na ocasião, a medida adotada para tentar acabar com os protestos da categoria aumentou a capacidade de peso além do permitido que os caminhões poderiam transportar, excluiu os transportadores de pagarem multa pelo excesso de peso e autorizou que não houvesse cobrança de eixo suspenso de veículos vazios. 

Essas ações causaram desequilíbrios em contratos de pedágio pelo Brasil. A correção foi aplicada em 2016, mas, a partir de um questionamento do Tribunal de Contas da União, o método de cálculo foi revisto.

deixe seu comentário